loading

HISTÓRIA DO GRUPO

HISTÓRIA DO GRUPO

A liderança da Marcegaglia foi construída por um caminho de crescimento longo, sólido e consistente. A Marcegaglia é o maior processador de aço independente do mundo.

  • -

    1959 – 1963

    Início. A fase do pioneirismo

    1959 Em Gazoldo degli Ippoliti (Mantua, norte da Itália), Steno Marcegaglia cria uma pequena fábrica, a Marcegaglia-Caraffini, especializada na fabricação de persianas e perfis abertos. A empresa foi vendida algum tempo depois e foi rebatizada de Metallurgica Mantovana

    1963 A I.P.A.S. é fundada para a fabricação de produtos projetados a partir de aços planos e tubulares.

    1964 – 1982

    Forte crescimento interno

    1970 A unidade em Gazoldo degli Ippoliti desenvolve rapidamente suas atividades incluindo o processo de relaminação a frio e fabricação de tubos de precisão.

    1982 Steno Marcegaglia funda, em uma associação com três parceiros de negócios, a Oto Mills – líder em máquinas para de tubos de alta precisão – e estabelece sucessivamente uma unidade nova e moderna em Casalmaggiore (Cremona).

    1982 – 1988

    O crescimento orgânico é acompanhado por uma campanha de M&A na Itália

    1983 Aquisição da Lombarda Tubi em Lomagna (Lecco), Saom em Boltiere (Bergamo), Trisider em Tezze sul Brenta (Vicenza).

    1985 A Marcegaglia agrega à sua estrutura três empresas da Maraldi Group com plantas em Ravenna, Forlimpopoli (Forlì) e Cervignano del Friuli (Udine).

    1987Aquisição da Profilnastro em Dusino San Michele (Asti)

  • -

    1988 – 1999

    Expansão das atividades siderúrgicas (aços inoxidáveis e chapas grossas).Lançamento de diversificação (aquisições) e internacionalização

    1989-1991 Início da primeira formadora de tubos na planta de Forlì. Início da primeira linha para processamento e decapagem de aços inoxidáveis na unidade de Gazoldo degli Ippoliti. Aquisição da planta de San Giorgio di Nogaro (Udine).Criação de novos escritórios de distribuição (hoje Marcegaglia UK); fundação da Marcegaglia Deutschland e aquisição da Bishop próximo à Filadélfia (EUA).

    Década de 1990: Início de atividades diversificadas: aquisições de Albarella, Ponteggi Dalmine, CCT e outras atividades nos setores imobiliário e financeiro.

    1999 – 2007

    Forte desenvolvimento de peças planas de aço carbono e aços inoxidáveis

    1999 A unidade em Ravenna é o centro de um enorme programa de investimento (“Ravenna 2000”) para o processamento de bobinas.

    2000 Inauguração de uma enorme fábrica em Garuva (Brasil) especializada em tubos de refrigeração e componentes para eletrodomésticos. Desenvolvimento da fabricação de tubos de aço inoxidável na unidade de Pittsburgh (Marcegaglia USA).

    2000-2005 Crescimento das atividades na Itália e da rede de vendas em todo o mund

    2000 – 2008

    Fornecimento seguro e estratégico de matérias-primas

    2000 Acordo de parceria com a Brema (Grupo Arcelor) para o fornecimento de 500 mil toneladas por ano de bobinas laminadas a quente.

    2005-2009 Acordo de fornecimento com a Teesside (Grupo Corus) para o fornecimento de 850 mil toneladas por ano de placas laminadas a quente.

  • -

    2007 – 2013

    Programa de industrialização adicional na Itália e no exterior (atividade principal)

    2007-2008 onsolidação das principais unidades fabris italianas (Ravenna, Casalmaggiore, Gazoldo degli Ippoliti – 1,5 bilhão de euros investidos em 6 anos). Inauguração de novas unidades nos mercados europeu (Polônia) e fora da Europa (China, Rússia). Duplicação da planta brasileira

    2010-2011 bertura da nova unidade fabril da Marcegaglia Polônia em Kluczbork dedicada à produção de tubos de aço carbono. Inauguração da Marcegaglia China em Yangzhou, o maior investimento italiano na China. Crescimento em setores diversificados (turismo, graças à aquisição da Forte Village e do Castelmonastero, e energias renováveis).

    2013 – 2014

    Atividades diversificadas: início do programa de desinvestimento

    2013-2014 A Marcegaglia decide se concentrar e consolidar a sua atividade principal e, gradualmente, se desfazer de atividades diversificadas. Em 2013, a Oto Mills e a Forte Village são vendidas

    2015 – 2020

    Projeto de reorganização de grupos e de novas aquisições

    A partir de 2018, através das atividades M&A, a Marcegaglia expande o seu portefólio de investimentos. Surge a Marcegaglia Novero, Marcegaglia Palini e Bertoli, Marcegaglia Colombia e Marcegaglia México. A Marcegaglia UK adquire uma nova fábrica em Oldbury.

  • 1959 - 1988
  • 1988 - 2008
  • 2008 - 2020

A liderança da Marcegaglia foi construída por um caminho de crescimento longo, sólido e consistente. A Marcegaglia é o maior processador de aço independente do mundo.

1959 – 1963
Início. A fase do pioneirismo

1959 Em Gazoldo degli Ippoliti (Mantua, norte da Itália), Steno Marcegaglia cria uma pequena fábrica, a Marcegaglia-Caraffini, especializada na fabricação de persianas e perfis abertos. A empresa foi vendida algum tempo depois e foi rebatizada de Metallurgica Mantovana

1963 A I.P.A.S. é fundada para a fabricação de produtos projetados a partir de aços planos e tubulares.

1964 – 1982
Forte crescimento interno

1970 A unidade em Gazoldo degli Ippoliti desenvolve rapidamente suas atividades incluindo o processo de relaminação a frio e fabricação de tubos de precisão.

1982 Steno Marcegaglia funda, em uma associação com três parceiros de negócios, a Oto Mills – líder em máquinas para de tubos de alta precisão – e estabelece sucessivamente uma unidade nova e moderna em Casalmaggiore (Cremona).

1982 – 1988
O crescimento orgânico é acompanhado por uma campanha de M&A na Itália

1983 Aquisição da Lombarda Tubi em Lomagna (Lecco), Saom em Boltiere (Bergamo), Trisider em Tezze sul Brenta (Vicenza).

1985 A Marcegaglia agrega à sua estrutura três empresas da Maraldi Group com plantas em Ravenna, Forlimpopoli (Forlì) e Cervignano del Friuli (Udine).

1987Aquisição da Profilnastro em Dusino San Michele (Asti)

1988 – 1999
Expansão das atividades siderúrgicas (aços inoxidáveis e chapas grossas).Lançamento de diversificação (aquisições) e internacionalização

1989-1991 Início da primeira formadora de tubos na planta de Forlì. Início da primeira linha para processamento e decapagem de aços inoxidáveis na unidade de Gazoldo degli Ippoliti. Aquisição da planta de San Giorgio di Nogaro (Udine).Criação de novos escritórios de distribuição (hoje Marcegaglia UK); fundação da Marcegaglia Deutschland e aquisição da Bishop próximo à Filadélfia (EUA).

Década de 1990: Início de atividades diversificadas: aquisições de Albarella, Ponteggi Dalmine, CCT e outras atividades nos setores imobiliário e financeiro.

1999 – 2007
Forte desenvolvimento de peças planas de aço carbono e aços inoxidáveis

1999 A unidade em Ravenna é o centro de um enorme programa de investimento (“Ravenna 2000”) para o processamento de bobinas.

2000 Inauguração de uma enorme fábrica em Garuva (Brasil) especializada em tubos de refrigeração e componentes para eletrodomésticos. Desenvolvimento da fabricação de tubos de aço inoxidável na unidade de Pittsburgh (Marcegaglia USA).

2000-2005 Crescimento das atividades na Itália e da rede de vendas em todo o mund

2000 – 2008
Fornecimento seguro e estratégico de matérias-primas

2000 Acordo de parceria com a Brema (Grupo Arcelor) para o fornecimento de 500 mil toneladas por ano de bobinas laminadas a quente.

2005-2009 Acordo de fornecimento com a Teesside (Grupo Corus) para o fornecimento de 850 mil toneladas por ano de placas laminadas a quente.

2007 – 2013
Programa de industrialização adicional na Itália e no exterior (atividade principal)

2007-2008 onsolidação das principais unidades fabris italianas (Ravenna, Casalmaggiore, Gazoldo degli Ippoliti – 1,5 bilhão de euros investidos em 6 anos). Inauguração de novas unidades nos mercados europeu (Polônia) e fora da Europa (China, Rússia). Duplicação da planta brasileira.

2010-2011 bertura da nova unidade fabril da Marcegaglia Polônia em Kluczbork dedicada à produção de tubos de aço carbono. Inauguração da Marcegaglia China em Yangzhou, o maior investimento italiano na China. Crescimento em setores diversificados (turismo, graças à aquisição da Forte Village e do Castelmonastero, e energias renováveis).

2013 – 2014
Atividades diversificadas: início do programa de desinvestimento

2013-2014 A Marcegaglia decide se concentrar e consolidar a sua atividade principal e, gradualmente, se desfazer de atividades diversificadas. Em 2013, a Oto Mills e a Forte Village são vendidas

2015 – 2020
Projeto de reorganização de grupos e de novas aquisições

A partir de 2018, através das atividades M&A, a Marcegaglia expande o seu portefólio de investimentos. Surge a Marcegaglia Novero, Marcegaglia Palini e Bertoli, Marcegaglia Colombia e Marcegaglia México. A Marcegaglia UK adquire uma nova fábrica em Oldbury.